UOL Estilo UOL Estilo






Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese

Neste blog Na Web

 Visitas  
 
Vamos mexer as cadeiras

A moça foi hostilizada na faculdade por estar com traje indecente. Resolveu processar. Está certa.
O advogado alega que ela sofreu uma angústia desnecessária. Por isso, Geysa quer 1 milhão.


Mas o que mais chama atenção nos autos é alegação do advogado. "A expulsão de maneira pública foi danosa à imagem dela.A  nota da Uniban era depreciativa, falava mentiras, dizia que ela rebolava. Foi uma nota ofensiva, caluniosa", disse o Doutor Melo.

 

Jaz aqui o rebolado, minha gente, vamos mandar rezar uma missa.
O rebolado acabou e o mundo também.

:: Escrito por Jô Hallack às 22h56
O Morrissey, o Christian Dior e a TPM

Eu estava morrendo de cólica, em casa, meio de cama, quando descobri que tinha um disco novo do Morrissey, de lados Bs, alguns inéditos, na rede. Baixei. E tem uma música chamada Christian Dior. Aí, do nada, me deu muita vontade de ter, no momento, um pretê fixo para quem eu pudesse ligar e falar: “Sabia que o Morrissey tem uma música chamada Christian Dior? É Tudo, ele fala que o Dior devia ter pego uns meninos e que desperdiçou a vida pensando em moda! Não é incrível?”

 

Agora, me digam, como a TPM tira a gente do corpo, não? Que pretê fixo se interessaria por uma notícia dessas, que inclusive eu acho que é velha? Nenhum!  Morrissey, falando do Christian Dior, tá? Quem se interessaria por isso, meu deus? O Vitor Angelo, claro. Liguei. Mas o Vitor não atendeu. Então, vou falar aqui: SABIAM QUE O MORRISSEY TEM UMA MÚSICA CHAMADA CHRISTIAN DIOR? NÃO É INCRÍVEL? (Nina Lemos)

 

:: Escrito por 02 Neurônio às 22h48
Aviso da produção

Os ingressos para as cadeiras dos problemas estão esgotados.
Acontecimentos que ainda queiram obter convites para 2009 terão que se contentar com as cadeiras de "leves chateações".

Lugares no balcão nobre ou platéia destinados a orgasmos, felicidades simples e alegrias de verão ainda estão vazios. A baixa procura por ingressos fez os preços despencarem. Por isso, escolham a balinha e aproveitem a chance. Cambistas não serão tolerados.

 

 

:: Escrito por Jô Hallack às 22h22
Valeu Flu!

Tem vezes que a sua vida parece um campeonato de futebol dramático. Anti-jogos, entradas desleais e de repente, você foi parar na lanterninha da vida. Os hormônios começam a jogar pelada. Os neurônios fazem gol contra. Você está de corpo alma na segunda divisão emocional.  Desacreditada, exausta. Virar o jogo parece impossível.

Só que, para você, nunca é. E você vira.
Porque eu sou guerreira, eu sou Fluminense!

:: Escrito por Jô Hallack às 20h32