UOL Estilo UOL Estilo






Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese

Neste blog Na Web

 Visitas  
 
Fashion Freak

O clima era tenso. Cabeças podiam rolar a qualquer hora. Todos estavam confinados. Uma mulher começou a chorar. Levou um tapa. Duas mulheres começaram a chorar. “Fica quieta”, mandou alguém. Do lado de fora, a situação também era dramática. Pessoas corriam de um lado  para ou outro. Uma desmaiou. “Alguém ajuda!”. A massa estava tensa.  “Estou ficando sufocada!”, dizia alguém. Inicio de uma rebelião. Gente tensa. Todos forçando as entradas.

Isso é uma semana de moda.
Alguém me diz: tudo isso para ver um pedaço de pano?

:: Escrito por Jô Hallack às 10h44
 
 

Algumas frases ouvidas na São Paulo Fashion Freak dia 1

Tô com vontade de bater nessas bonecas que estão usando essas roupas idiotas.”

(de uma jornalista indo embora onze da noite, sobra uma exposição da Bienal que fica perto da sala de imprensa)

 

“Gente, vamos juntas que lá na frente o negócio está dramático”

 (de uma jornalista criando uma tática com as amigas para entrar no desfile da Colcci)

 

“Eu não vou levar esse travesseiro da Colcci porque se dormir nele vou ter pesadelo”

(de outra amiga, com medo do brinde da Colcci)

 "Eu me divirto no desfile da Colcci porque é uma coisa Faustão"

(dessa que vos escreve)

“Podiam inventar a bolha fashion. Um lugar onde a gente entrasse e ficasse quieto”

(da Jô)

 

“Pelo amor de Jesus Luz, que ninguém me tire desse lugar na fila B que não é meu”

(da Jô)

(Por Nina Lemos)

:: Escrito por 02 Neurônio às 00h23
 
 

O vício da novela

A pior coisa que pode acontecer a um ser humano é se apegar a uma novela. Automaticamente, ele fica preso a um programa de tv diário de uma hora, de segunda a sexta. Ou seja: ele vira um escravo da tv.

 

Não existe realmente um motivo para isso, porque mesmo você começando a ver uma novela na última semana, você entende tudo no segundo bloco. Mas se a trama indiana te pegou.....

 

Mas pior que a escravidão da novela, são as humilhações que você se permite quando vira um viciado. Coisas do tipo:

 

- Jantar antes ou depois, da novela.

- Saber o nome dos personagens

- Ficar com a música "Você não vale nada mas eu gosto de você, você não vale nada mas eu gosto de você...." na cabeça. E cantarolar, tal melodia.

 

E a coisa mais estúpida de todas: ler o resumo da novela, das revistas semanais. Afinal, para que ler o que vai acontecer na trama?! E ainda sim acompanhar todos os capítulos?!

 

Deus salve as minisséries.

 

 

:: Escrito por raq affonso às 23h06