UOL Estilo UOL Estilo






Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese

Neste blog Na Web

 Visitas  
 
O inferno tem mil entradas

Tudo começa com o telefonema de uma amiga. “Minha vida tá um inferno, estou reformando o banheiro e minha casa e virou um caos.”  Pronto. Cinco minutos depois quem está dentro do inferno é você, que começa a pensar sem parar: “ o que estou fazendo da minha vida, eu nunca reformei um banheiro!”. Você começa a se sentir um lixo. E olha que ainda são onze horas da manhã.

O próximo passo é fazer uma lista mental de tudo aquilo que você nunca experimentou, todas aquelas coisas adultas e práticas. Nunca fez uma reforma. Nunca comprou uma casa. Prefere sonhar em morar na Europa, sua irresponsável!

Tem vezes em que é preciso muito pouco para entrar em um inferninho particular. Muito pouco. Apenas uma frase. Detalhe. Você nunca na vida teve vontade de reformar um banheiro. E, graças aos canos, nunca precisou. O ser humano é louco. E o inferno, como diz a canção, tem mil entradas.

PS. Quem reforma o banheiro é, claro, a moça que conta seu drama abaixo.

(Nina Lemos)

:: Escrito por 02 Neurônio às 23h24
A mulher Telhanorte

Uma das coisas mais chatas do mundo adulto é a reforma da casa. Ou de um cômodo da casa, mais especificamente o banheiro. Um lugar que você passa pouco tempo do seu dia, mas que quando você vai ver, pode custar muito, mais muito caro.

 

Mas você quer uma reforma baratinha, copiada de um banheiro da revista. Nada muito caro, nenhum material nobre tipo mármore ou banheira de hidro. E quando você faz o primeiro orçamento, quase cai pra trás! Afinal, você não tinha idéia de que uma pastilha de vidro que mede 2cm X 2cm pudesse custar tão caro!

 

E a reforma transforma a sua vida num périplo entre Telhanorte, Casa e Construção, depósitos de material de construção e lojas de revestimentos. Você sabe o valor de vários materiais, de pedra pumex até canos de cobre. Passando por louças e metais, lavatórios e assentos de privada.

 

E depois de gastar alguns bons reais, você pensa que está livre desses lugares, o pedreiro dá a triste notícia: "Dona Raquel, entregaram os canos errados. Esses são os de 15cm e eu preciso dos de 22cm". E você vai novamente para a Telhanorte, com 5 canos de cobre de 2,5m, fazer uma troca. Você virou uma mulher Telhanorte!

 

E não percam: a partir do dia 11 de agosto novidades radiofônicas do 02 Neurônio!!!

 

:: Escrito por raq affonso às 15h01