UOL Estilo UOL Estilo






Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese

Neste blog Na Web

 Visitas  
 
A vida não é Sex and the city

Devo dizer que não vi. Mas também preciso dizer que não gostei muito. E podem me chamar de mal humorada se quiserem. Mas tenham paciência. Tentem me entender, please.

Eu não aguento mais ouvir falar da Carrie, a estranha, e suas amigas. Sim, o seriado era legal. Mas ele causou um mal imenso para o mundo. Isso porque umas meninas (muitas, em toda parte um pouco endinheirada dele) começaram a achar que a vida é Sex and The City. E não, não é. A gente não mora em Nova York, a vida não é um mar de cosmopolitans, não temos tanto dinheiro para comprar tantas roupas e não fazemos tanto sexo.

Em outras palavras, a vida é bem legal e divertida, mas não é assim tão glamourosa. E isso é ótimo. O problema, repito, não é a Estranha em si. Mas as pessoas acharem que aquilo é um modelo de vida. Enquanto escrevo, elas, as meninas SaC, vagam por aí brincando de Sex and The City.

Tudo tinha acalmado com o fim do seriado. Mas agora a histeria pode voltar com o filme. Ai. As roupas que elas usam! E o vestido de casamento da Carrie com o yuppie patético que é o Mr. Big? Sono.

É só um filme. Eu sei. E apenas gostaria que todas as garotas pensassem nisso. Melhor desligar a TV_ ou o projetor de cinema_ e viver de verdade. Não é, não?

(Nina Lemos)

:: Escrito por 02 Neurônio às 02h17
A amizade não tem sexo

“Você pode não tratar a fulana muito bem? É que a gente está com raiva dela. Depois te explico o motivo”. Não sei como esse amigo ainda me agüenta. Mas o fato é que ele riu, entendeu, disse que ia fazer o que eu pedi e respondeu:”ainda bem que você me avisou”.

E não era que a moça em questão tivesse me sacaneado, nada disso. Eu e minha amiga só achávamos naquela noite que ela não tinha sido muito legal com outra amiga nossa. Tudo isso para dizer que esse mito de que mulher não ama mulher é de uma babaquice imensa. Amamos. E é um amor enorme. E que ninguém se meta com as nossas queridas. A gente não vai brigar, claro que não. A gente é neo hippie. Mas vamos ajudar nossas amigas e sentir raiva de quem não foi bacana com elas. Exatamente como fazemos quando alguém não é legal com nossos amigos homens, gays, trans. Não, amizade não tem sexo.

A gente também  não é mágoa de caboclo. Por isso, não alimentaremos essa raiva. Ficaremos atentas ao que vale nessa vida. Os novos e velhos amigos, os novos encontros, as músicas boas, as pistas de dança e as conversas. E claro, aproveitaremos o frio para tirar os casacos do armário  e andar por aí com boas trilhas sonoras em nossos ouvidos.

 PS.Ah, o título é uma homenagem a  um filme antigo e lindo do Stephan Frears chamado "O amor não tem sexo". Ou seja, é questão de gênero, não do ato. Fazer sexo com amigos é uma coisa que rola, sim.

(Nina Lemos)

:: Escrito por 02 Neurônio às 14h47